Serralves – a festa com a lã portuguesa

No ano passado fui a Serralves para experimentar fiar com roda de fiar!  Este ano voltei, acompanhada pela Sara, e voltei a experimentar fiar com roda de fiar, uma nova, que não estava na edição anterior da feira.

Uma das grandes novidades deste ano foi a Exposição das Lãs Portuguesas atualmente existentes – foi a Alice Bernardo, no âmbito do seu projeto Saber Fazer , que organizou esta exposição para esta festa! Com esta exposição tivemos oportunidade de perceber as diferentes características das fibras de cada raça, o seu valor comercial, entre outros aspetos. Além disso, havia visita guiada pela própria Alice, que nos explicava todo o processo da lã, de uma maneira geral.

(*Marta: Não são lindas? Adoro as fotos! Para o ano também quero ir!!!*)

Considerando o pouco que ainda sei sobre a lã, para mim, contatar pessoalmente com a Alice Bernardo, questioná-la sobre algumas dúvidas e poder contar com o seu esclarecimento, tudo isto foi para mim algo de muito bom e senti-me uma verdadeira criança e entusiasta! A sensação é que quanto mais sabes sobre, mais vontade tens de saber mais! E há pormenores que só se apanham junto de alguém que sabe e percebe muito do assunto – e a Alice sabe (fazer)! Em contrapartida, também acho que só captei esses pormenores por causa das experiências que vou tendo cá por casa, a cardar e a fiar lã. Nós, por aqui, já tínhamos chegado à conclusão de que cardar bem a lã é meio caminho andado para fiar um fio mais uniforme. E isso é mesmo verdade! Mas acho que só nesta visita a Serralves é que me caiu a ficha e percebi realmente o que isto quer dizer e como fazer bem a coisa!

Agora até vos digo: nesta edição da Festa do Outono, a rainha da festa foi mesmo a ovelha Bordaleira de Entre-Douro-e-Minho, uma raça em vias de extinção e que, com o esforço conjunto da Amiba, se está a procurar manter, tentando que essa raça não se perca, que seja cuidada no sentido de ser valorizada, também, pela sua lã. A sua lã é mesmo muito fofinha e merece toda a preservação possível!

Sou sincera, não consigo ainda descrever toda a informação nova que trouxe deste dia passado em Serralves. Apenas vos digo que vim de lá muito feliz por saber um pouco mais sobre a lã portuguesa, sobre o porquê da GRANDE necessidade de valorizarmos as nossas lãs e de passarmos a palavra enquanto cidadãs e tricotadeiras! Tricotadeiras, valorizemos a nossa lã! Há lãs bonitas já no mercado. Lá em Serralves estavam as LINDAS meadas da Salva a lã Portuguesa! Acreditem, são mesmo lindas e dá vontade comprar todas as cores!

Partilhem as vossas experiências connosco! Mais alguém foi a Serralves? 🙂

*A Ângela com malhas portuguesas nas mãos*
(e a Marta já a planear a ida do ano que vem!)

 

 

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s